Início Teologia Cristologia CRISTOLOGIA – Filho do Homem

CRISTOLOGIA – Filho do Homem

0
CRISTOLOGIA – Filho do Homem

PREFÁCIO

“E vós, o que dizeis quem eu sou?”

-Respondeu Simeão Pedro: Tu és o Cristo, filho do Deus vivo

FILHO DO HOMEM

O que dizem as pessoas, ser o filho do Homem? Mateus 16,13-20

Jesus quando foi na região de Cesareia, ali perguntou aos seus discípulos: “O que dizem as pessoas, ser o filho do homem?”

Eles, porém, responderam: -João Batista, Elias, Jeremias, algum dos profetas.

E vós, o que dizeis quem EU sou? Respondeu Simeão Pedro: Tu és o Cristo, filho do Deus vivo.    

ELE POSSUÍA HUMANIDADE REAL

Na maioria das vezes, até com uma certa frequência, quando Jesus falava a respeito de Si, Ele costumava a usar a expressão: “Filho do Homem“. Esse parece ser uns dos títulos favoritos de Cristo, mas com essa descrição, Jesus tinha como objetivo mostrar que Ele era totalmente humano, nascido de homem, a fim de provar sua humanidade. E provar para todos que mesmo sendo humano ele foi capaz de vencer as tentações do mundo, o diabo e principalmente o pecado. Portanto, ninguém pode apresentar-se a Deus com a desculpa de que Jesus possuía a natureza divina, por isso ele foi capaz de vencer o pecado.

COMO REFERÊNCIA A HUMANIDADE

Jesus Cristo é o homem representativo, podemos apontar para Ele e dizer: Existe uma humanidade real. Já para os que defendem o pensamento filosófico que diz: A humanidade foi um projeto de Deus que deus errado ou um acidente.

Olhando para Cristo, vemos o projeto perfeito de Deus e que deu totalmente certo.

Em Cristo a natureza humana é vista com sua perfeição, funcionando como foi planejada por Deus, quando saiu das mãos do Criador. Cristo é o padrão de vida que todos deveriam espelhar  suas vidas.

Jesus possuía assim a natureza humana, sem Sua própria Pessoa, Ele está vitalmente relacionado com toda a raça humana e divinamente capaz de agir como o representante deles diante de Deus.

MISSÃO DE SALVAR A HUMANIDADE

Naquela Conferência que aconteceu no céu,  as várias pessoas da Santa Trindade reuniram-se para discutir a redenção e desenhar o programa de redenção. A primeira estratégia da redenção foi determinada que viria a terra. E o programa de salvação para a humanidade requeria a encarnação Divina, fez se necessário saber sobre qual das três pessoas seria designada essa tarefa. E para isso, o Divindade indicado não foi o Pai, nem o Espírito, mas o Filho, deveria ser feito segundo a forma humana. Ele deveria se tornar verdadeiro ser humano, mediante o que se tornaria ‘Filho do Homem’ num sentido literal.

E essa apelação tornou-se propriedade exclusiva do Filho desde então. Isso nos dá o pano de fundo necessário para qualquer avaliação correta do nome ‘Filho do Homem’.

MISSÃO DE SALVAR A HUMANIDADE NO FUTURO

Ele disse de Si mesmo: “Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.  E ele enviará os seus anjos com grande clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus” (Mateus 24:30, 31).

E na passagem paralela em Lucas Ele diz: “Assim também vós, quando virdes acontecer estas coisas, sabei que o reino de Deus está perto” (21:31).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui